domingo, 9 de janeiro de 2011

Aforismos e poesias: lúcidos devaneios - parte 2




Na Froteira do Eterno

Pelos trilhos dessa vida caminhamos;
À longínqua região vamos seguindo...
Nos limites dessa estrada encontramos
A fronteira do que é já e o que é vindo.
Vislumbramos bem ali mui movimento;
É o comércio mais famoso e visitado;
E há quem venda a todo gosto e intento;
Que ofereça os sonhos mais inusitados,
Inclusive alegria e alento...
Mas nem tudo que se vende é verdade.
Há quem tire até vantagem do cansaço
Da viagem e aproveita a ansiedade
Ofertando muitos bens falsificados.
‘Stá no preço que se paga o segredo,
Pois do que é muito barato desconfia.
Mesmo amor ou esperança, geram medo,
Quando vêm de contrabando, ou quadrilha...
E o bom preço não se paga em moeda;
Mas c’os frutos cultivados nessa vida,
Quais regados com o choro em boa terra
Nos garantem vero amor e alegria.
Jordanny Silva

2 comentários:

Pastor Edi Marcos disse...

Paz do Senhor querido, gostei da sua descrição e já lhe sigo!

Quando possível passe pela minha página ok? www.predivinagre.blogspot.com

Anônimo disse...

caro irmao jordanny,
postei uma pergunta ontem 14/1/11 sobre a pascoa, mas me perdi...nao sei onde, em qual artigo postei e agora nao se como encontrar a resposta, caso e qdo ela for postada..meu e-mail ldmaria33@ig.com.br...agradeço se me contactar l.m.